Se eu puder

deitar a cabeça no teu colo
deitar a cabeça nas tuas pernas

As tuas mãos nos meus cabelos

Aliás

As tuas mãos nos meus cabelos
e nos meus braços

E

se

eu

puder

Deixar que a água limpe
As impurezas que tenho dentro

 

A terra acumulada nas mãos

A terra acumulada nas dobradiças do corpo

A terra acumulada nas dobradiças dos joelhos e dos olhos

 

e

também

no trato digestivo

mas

principalmente

(embora pareça inexplicável é bastante explicável)

no aparelho circulatório
nos vasos sanguíneos

A terra que tenho acumulada nos vasos sanguíneos

 

Então

se eu puder

ficar aqui

Enquanto a água vem e limpa

Enquanto a água vem e vai e limpa

 

E as tuas mãos nos meus cabelos

Aliás

nos meus cabelos

nos meus braços

nos meus vasos

 

Se eu puder

deixar que água corra

e limpe todos os meus sistemas corporais

 

Terei restabelecido a força das minhas cavidades viscerais

Anúncios

2 thoughts on “

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s